Fev 04

Bloco Globo de Ouro

Esse ano, o carnaval da cidade está completo. Todas os blocos e escolas estarão na avenida. No ano passado, o Bloco de Enredo Globo de Ouro fez uma homenagem à festa do carnaval. Esse ano, o show vai continuar. E a agremiação vai apresentar o enredo “o número da sorte”.

A bateria começou a ensaiar em março do ano passado. Para o desfile de sábado, falta muito pouco. E mais do que muito trabalho, é preciso muita dedicação. Os amantes de carnaval unem tempo e amor para que o bloco vá para a avenida encantar o público. 

Fev 04

Bloco Bola Branca

bola brancaFundado em 1974, o Bola Branca é um dos mais tradicionais blocos de Nova Friburgo. Com o enredo “Ouro verde: a chegada do café no morro queimado”, a agremiação promete relembrar a história friburguense.
As atividades estão intensas no barracão para tudo ficar pronto até sábado. O bloco entrará na avenida valorizando o trabalho dos seus artistas.

Renato trabalha no ateliê e no barracão e faz de tudo para conciliar as tarefas de casa com as atividades no bloco. Pra ele, o esforço vale a pena.

Quatorze alas, quatro alegorias e o retorno à passarela do samba friburguense. O bola branca promete surpreender os foliões.

Fev 04

Bloco da Predial

bloco das piranhas 2Todos os anos, as piranhas invadem a Avenida Alberto Braune. Muitas perucas, vestidos e fantasias. É a banda da Predial que reúne uma multidão de pessoas para dar início ao carnaval de Nova Friburgo.

A tradição começou há mais de 30 anos e foi o amor pelos blocos de rua que fez com que o Seu Silvio dedicasse a sexta-feira ao bloco das piranhas, o bloco da Predial.

As marchinhas tocadas pela banda agitam os foliões. Tem gente que capricha mesmo para participar do bloco. E se tudo começou com o Seu Silvio, é a nova geração que agora mantém o costume.

A banda da predial desfila na sexta-feira, às sete da noite. A concentração será na Rua Monsenhor José Antonio Teixeira, antiga São João, no Centro da cidade.

Fev 04

Comissão de frente das escolas de samba

comissao de frenteComissão de frente é um quesito apresentado pelas escolas de samba para dar as boas-vindas ao público e aos jurados. Geralmente, elas reservam aí efeitos especiais, detalhes, muitas cores, dança. E hoje a gente vai conhecer um atelier e apresentar pra vocês algumas peças. Bem, quase tudo. Algumas pecinhas aí do que as escolas de samba de Nova Friburgo estão preparando para o carnaval de 2016.

Essa história começou com a Portela. Com os integrantes da direção vestindo fraque e cartola, fazendo coreografias e carregando bastões, como se estivessem armados para proteger a escola. Com o tempo, elas ganharam cada vez mais importância e hoje são comandadas por artistas plásticos, coreógrafos e até cineastas que usam a criatividade para impactar o público.

A Unidos da Saudade leva o enredo ‘O grão que move o mundo cabe em nossas mãos’. Há cerca de três meses, Eduardo Bueno prepara a surpresa que será apresentada na Avenida Alberto Braune.

Geralmente, são de 10 a 15 integrantes que são escolhidos criteriosamente. Como as bailarinas que vão representar ‘A rota das especiarias’ no desfile da Vilage no Samba.

O Alunão marca seu retorno à passarela do samba. E desde o fim do ano passado, uma dupla de coreógrafos é responsável por preparar os detalhes que serão exibidos pela comissão de frente.

A vermelho e branco de Olaria fecha o domingo de carnaval com a “Coroação do príncipe negro da corte da imperatriz”. O enredo será apresentado por bailarinos da comunidade que ensaiam quase todos os dias da semana. 

Artigos mais antigos «